Share |

17 de Junho|Audição Pública: Despedimento coletivo no Novo Banco

Na próxima sexta-feira, dia 17 de Junho, o Bloco de Esquerda promove uma audição pública com os trabalhadores do Novo Banco sobre o despedimento coletivo em curso, na Assembleia da República no Centro de Acolhimento ao Cidadão – pelas 14:30H. Entrada Livre

Na próxima sexta-feira, dia 17 de junho, pelas 14h30, o Bloco de Esquerda promove uma audição pública com os trabalhadores do Novo Banco sobre o despedimento coletivo em curso, a mesma terá lugar na Assembleia da República, no Centro de Acolhimento ao Cidadão.

O desmantelamento do setor bancário português com o objetivo de ser entregue aos grandes grupos internacionais tem resultado numa grande crise de emprego no setor. Só em 2015, os cinco maiores bancos anunciaram o despedimento de 1620 trabalhadores/as.

A “reestruturação” do Grupo Novo Banco contempla a saída de 1000 trabalhadores/as. Tal como neste Banco, está em curso em todo o setor um processo de remodelação que provocará ainda mais saídas e a deterioração geral das condições de trabalho.

Tanto o processo de rescisões como o já anunciado despedimento coletivo no Novo Banco têm sido muito conturbados e pouco transparentes. Acumulam-se queixas relativas à não salvaguarda dos direitos dos trabalhadores e ao seu atropelo por parte da administração do Novo Banco e o Banco de Portugal.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda promove esta audição para reforçar o conhecimento público sobre a situação dos trabalhadores do Novo Banco e para que se partilhem propostas de intervenção e de exigência sobre a garantia dos direitos de quem trabalha.

A entrada é livre, mas solicitamos confirmação para: amarilis.felizes@be.parlamento.pt