Author Bios

Perguntas ao governo

  • De acordo com dados recentemente fornecidos pela Comissão de Trabalhadores dos CTT “durante o presente ano, a administração dos CTT já encerrou 32 lojas CTT, todas elas substituídas por postos de correio, mas em alguns casos a Loja CTT mais próxima já fica a cerda de 30 km de distância”. Entretanto, no último mês de setembro, tivemos notícia de fecho de Estações de Correio em: Manteigas, Fornos de Algodres, Mondim de Basto, Vila Velha de Ródão, Belmonte, Riachos, Vila Flor/Bragança, Murça e Sabrosa/Vila Real. No caso vertente de Mondim de Basto, trata-se de uma sede de concelho com o mesmo nome que, segundo o Census 2011, tinha 7.943 habitantes.

  • As vagas de encerramento de Estações de Correios continuam um pouco por todo o país, especialmente agora nas zonas do interior. Com isso, delapida-se o património de uma prestigiada empresa pública que prestava um serviço inestimável de proximidade com as populações e afasta-se o Estado, nas suas diversas formas de representação, das populações, que ficam privadas do acesso a um serviço de comunicações que existia há mais de um século.

  • Ao longo das últimas semanas têm chegado ao Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda várias denúncias sobre falhas na disponibilização de vacinas no ACES de Braga, previstas no Programa Nacional de Vacinação (PNV), como é o caso da vacina contra o tétano para adultos.

    A implementação de um PNV gratuito e disponível a todas as pessoas é uma conquista importantíssima que não pode nem deve ser posta em causa, sendo uma fulcral estratégia de saúde pública que tem logrado diminuir drasticamente a taxa de incidência de diversas doenças.