Share |

Novo despedimento coletivo na Tovartex

 

p { margin-bottom: 0.21cm; direction: ltr; line-height: 120%; text-align: left; widows: 2; orphans: 2; }p.western { font-family: "Calibri",serif; font-size: 11pt; }p.cjk { font-family: "Calibri"; font-size: 11pt; }p.ctl { font-size: 11pt; }

O Bloco de Esquerda teve conhecimento de mais um despedimento coletivo em curso na Tovartex, empresa têxtil situada no concelho de Ovar, pertencente ao grupo alemão Falke.

Esta empresa tem efetuado diversos despedimentos coletivos durante os últimos anos, tendo já realizado um no início do corrente ano. Sabe-se agora que pretendem avançar com um novo despedimento coletivo, desta vez de mais 176 trabalhadoras e trabalhadores.

O mesmo já foi comunicado aos trabalhadores da unidade, assim como a intenção de encerramento total da empresa até ao final do ano. A administração da empresa planeia encerrar a unidade em Ovar e deslocalizar toda a sua produção para a Sérvia, onde tem também uma unidade.

Esta empresa alemã está localizada no concelho de Ovar há décadas, auferindo muitas vezes de benefícios municipais e outros para que ali estivesse implantada. Durante todos estes anos produziram riqueza e lucros à custa das trabalhadoras e trabalhadores do concelho, muitos há mais de 20 anos na empresa.

Esta empresa descarta e lança no desemprego centenas de trabalhadores, depois de estes terem sido a razão e a causa da saúde da empresa.

Perante esta situação de iminente deslocalização e de ignóbil tratamento às trabalhadoras desta empresa, o Governo português deve agir imediatamente para impedir o encerramento da empresa e exigir o correto tratamento dos trabalhadores.

Ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda vem por este meio dirigir ao Governo, através do Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, as seguintes questões:

1. Tem conhecimento de um novo despedimento coletivo na Tovartex?

2. Nos últimos 5 anos quantos despedimentos coletivos foram efetuados nesta empresa e com que fundamentação?

3. Confirma que a intenção da Tovartex é o encerramento da empresa até final do ano com vista à sua consequente deslocalização para a Sérvia?

4. Que medidas é que o Governo tomará para salvaguardar os postos de trabalho da Tovartex e impedir o encerramento da empresa?

5. Está o Governo pronto para aplicar sanções contra o grupo alemão Falke por este pretender deslocalizar a produção depois de décadas a lucrar em Portugal?

AnexoTamanho
Pergunta: Novo despedimento coletivo na Tovartex121.22 KB