Share |

Requerimento nova audição de João Barreiros, ex-Diretor de Informação da RDP e a audição do Diretor de Informação da RTP

Exmo. Senhor Presidente
da Comissão Parlamentar de Ética, Cidadania e Comunicação
Deputado Mendes Bota

São Bento, 28 de fevereiro de 2012

Assunto: Requerimento nova audição de João Barreiros, ex-Diretor de Informação da RDP e a audição do Diretor de Informação da RTP

O Bloco de Esquerda assistiu com preocupação à forma desigual como a RTP tratou as audições dos vários intervenientes ouvidos nesta comissão parlamentar a propósito do fim do programa "Este Tempo" da Antena 1. Naturalmente, não se trata de questionar os critérios editoriais da RTP, mas de compreender se existiu alguma interferência nas opções da direção de informação que justifiquem o desequilíbrio observado.

Tendo a comissão parlamentar ouvido duas versões contraditórias sobre o processo que levou ao fim do programa, é com estranheza que vemos que só uma das versões foi referida no Telejornal da RTP; a versão sustentada pelo Diretor Geral Luís Marinho. Na verdade, as audições de quem sustentou uma versão diferente (o ex adjunto da direção de informação da RDP, Ricardo Alexandre, e o Provedor, Mário Figueiredo) não tiveram sequer qualquer referência no Telejornal.

Todos os outros intervenientes tiveram menção nos espaços informativos do Canal 1 da RTP, no Jornal da Tarde ou no Telejornal, consoante a audição se realizou de manhã ou à tarde, o que, tendo em conta a que a audição de Ricardo Alexandre se realizou às 15h, torna esta ausência ainda mais inexplicável
Os espaços informativos estão disponíveis online e é facilmente verificável este estranho critério editorial. No telejornal de dia 7 de Fevereiro, ao minuto 38 é possível ouvir as declarações de Luís Marinho (http://ww1.rtp.pt/blogs/programas/telejornal/index.php?k=Telejornal-de-2012-02-07.rtp&post=20946) e, nesse mesmo dia, no Jornal da Tarde, há espaço para a audição de Rui Pego e João Barreiros ao minuto 13 (http://ww1.rtp.pt/blogs/programas/jornaldatarde/?k=2-parte-do-Jornal-da-...). No dia seguinte, dia 8, ainda é referida a audição de Pedro Rosa Mendes, ao minuto 32 do Telejornal (http://ww1.rtp.pt/blogs/programas/telejornal/index.php?k=Telejornal-de-2012-02-08.rtp&post=20969).

Mas nos dias 21 e 22 de fevereiro, dias das audições de Ricardo Alexandre e Mário Figueiredo, não há qualquer referência às audições nos telejornais, como se comprova visionando os mesmos:

(http://www.rtp.pt/blogs/programas/telejornal/index.php?k=Telejornal-de-2012-02-21.rtp&post=21218;
http://www.rtp.pt/blogs/programas/telejornal/index.php?k=2-parte-do-Tele...
http://www.rtp.pt/blogs/programas/telejornal/index.php?k=Telejornal-de-2...
http://www.rtp.pt/blogs/programas/telejornal/index.php?k=2-parte-do-Tele...).

As audições de Ricardo Alexandre e Mário Figueiredo são aquelas em que a Comissão foi confrontada com uma versão totalmente díspar da que foi apresentada pelo Diretor Geral da RTP e aquelas em que a interferência deste novo cargo da RTP na autonomia editorial é denunciada. Que sejam precisamente estas as audições a ter um tratamento editorial diferente de todas as outras é particularmente preocupante.

Para mais clarificações sobre o papel do Diretor Geral neste processo, cuja presença em nova audição já foi objeto de requerimento pelo Bloco de Esquerda, vimos agora requerer nova audição de João Barreiros, ex-Diretor de Informação da RDP e a audição do Diretor de Informação da RTP.

AnexoTamanho
Requerimento nova audição de João Barreiros, ex-Diretor de Informação da RDP e a audição do Diretor de Informação da RTP.pdf306.68 KB