Share |

Situação da Escola Secundária Daniel Faria, Baltar, Paredes

A Escola Secundária Daniel Faria, em Baltar, concelho de Paredes encontra-se integrada no Agrupamento de Escolas Daniel Faria que, de acordo com o enunciado no seu Projeto Educativo, assume como “o sucesso educativo passa pelo desenvolvimento de um conjunto de competências científicas, humanísticas, ambientais, tecnológicas, artísticas, desportivas e de desenvolvimento pessoal (ético e moral). Tendo isto em conta o agrupamento guiará a sua atuação em função de três dimensões. Cada uma das dimensões subdivide-se em linhas orientadoras para as quais são definidos objetivos, estratégias de intervenção, indicadores de medida e metas delineados nos quadros respetivos”.

Uma das dimensões do serviço público para uma formação integral de cidadãos é, seguramente, as condições físicas da escola que não podem deixar de estar associadas ao desempenho de alunos/as, professores/as e funcionários/as, bem como às próprias condições pedagógicas. Na passada terça-feira, dia 07 de Janeiro, os alunos/as manifestaram-se à porta daquele estabelecimento de ensino para protestar pela degradação das instalações e reivindicar melhores condições para a escola, sendo evidente o maus estar que o prolongamento das condições degradadas das instalações está a provocar na comunidade escolar.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda tem conhecimento que a situação é preocupante. Chove nas salas de aula, não existem condições mínimas de conforto, a maioria das portas das casa-de-banho está partida, pavilhão sem as minimas condições, sem água quente nos balneários. Problemas graves de aquecimento do edificio e com em amianto na sua estutura.

Atendendo ao exposto, e ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda vem por este meio dirigir ao Governo, através do Ministro da Educação, as seguintes perguntas:

1. Tem o Ministério da Educação conhecimento da situação da Escola Secundária Daniel Faria, em Baltar, Paredes?

2. Quando vai o Ministério da Educação realizar as obras necessárias para a reposição de condições regulares de utilização da escola?

3. Que tipo de intervenção está a ser (ou vai ser) programada e para quando está prevista?

4. Para quando a remoção do amianto da escola?
  

AnexoTamanho
perg_escola_sec_daniel_faria_-_baltar.pdf177.44 KB