Share |

"O Estado não consegue gerir um hospital público em Cascais?"

Catarina Martins questionou o Primeiro-Ministro sobre o lançamento de um concurso para uma nova PPP do Hospital de Cascais, relembrando que "em 2016 o Governo anunciou que a PPP de Cascais não seria renovada, porque não servia o interesse público. Mas em 2018 acabou por decidir prolongar o contrato até 2021, com a justificação de que não havia tempo para a internalização. Entretanto não só teve tempo para preparar a mudança como foram conhecidos diversos escândalos da gestão da PPP, como o encaminhamento de doentes para os hospitais privados ou a falsificação de dados nas triagens".

"A nova Lei de Bases revoga o Decreto Lei das PPP na saúde e estabelece que o governo faça uma nova regulamentação para o SNS, prevendo expressamente que a contratualização com privados só pode acontecer quando o público não tem resposta. Onde está essa regulamentação?", acrescentou.