Share |

"O Tejo não é torneira que algumas empresas podem abrir e fechar quando querem"

"Tejo não é torneira que algumas empresas podem abrir e fechar quando querem"

O Tejo está em mínimos históricos, consequência não só das alterações climáticas mas essencialmente da ação humana. 

O cenário de autêntica calamidade ambiental em que se encontra o Tejo Internacional resulta do escoamento propositado da Barragem de Cedilho que levou ao esvaziamento quase total dos afluentes do Tejo a montante, nomeadamente dos rios Ponsul e Sever.

As consequências de ordem ecológica, social e económica são enormes em toda a zona transfronteiriça.