Share |

Risco de cancelamento definitivo do comboio Lisboa - Hendaye

O comboio Sud Expresso liga Lisboa e Hendaye. Nessa cidade francesa que se situa junto à fronteira com o estado espanhol, o Sud Expresso tem ligação ao comboio de Alta Velocidade francês – "TGV-Atlantique" que circula até Paris. A viagem inaugural do Sud Express remota a 4 de novembro de 1887, embora com um percurso diferente.

Em consequência da pandemia Covid-19, o Sud Expresso está cancelado até setembro, mas corre agora o risco de ser suprimido definitivamente. Em agosto fecha a fronteira ferroviária entre Portugal e o Estado espanhol (Vilar Formoso - Fuentes de Onor) para obras no território do Estado espanhol de eletrificação da ligação ferroviária até Salamanca.

França é um país onde reside uma grande comunidade emigrante portuguesa. A ligação ferroviária é assim importante para garantir uma alternativa de transporte à comunidade, mas também a todos os que se desloquem entre os dois países. Num momento onde a resposta à crise climática, a necessidade de descarbonizar a economia e os transportes, a supressão do comboio é uma decisão gravosa e que coloca ainda mais pressão sobre os aeroportos e o transporte aéreo mais poluente. Os três países têm compromissos internacionais na resposta às alterações climáticas, pelo que é essencial a manutenção e melhoria da ligação ferroviária.

Para melhorar esta ligação e outras ligações internacionais, as obras linha beira alta são essenciais, mas estão com um atraso superior a um ano.

Atendendo ao exposto, e ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda vem por este meio requerer ao Ministro das Infraestruturas e da Habitação, a seguinte informação:

1 – Qual a data prevista para a reabertura da ligação Lisboa – Hendaye? Esta ligação vai ser suprimida?

2 – As ligações ferroviárias entre Portugal e o centro da europa vão ser reforçadas?

3 – Qual a data prevista para a conclusão das obras na linha da beira alta?
 

AnexoTamanho
perg_comboio_lisboa-hendaia.pdf169.68 KB