Share |

“Direito à água tem de ser efetivo no nosso país”

O deputado Jorge Costa apresentou a proposta de alteração do Bloco para permitir uma maior flexibilidade de endividamento para as autarquias que apliquem a tarifa social automática na água e saneamento, propondo que “parte da dívida que pudesse ser incluída nos acordos de pagamento pelos municípios fosse de 70% e não de 50%”.

“É urgente que esta tarifa exista e passe a ser aplicada”, afirmou o deputado, fazendo referência à crise social e económica que iremos enfrentar e que resultará na perda de rendimentos para muitas famílias.