Share |

“Vai Rui Rio faltar à sua palavra perante os deputados e o país?”

Mariana Mortágua voltou a intervir sobre uma matéria que “mereceu pouca atenção por parte do PS, PSD e CDS” e que diz respeito à distribuição de lucros e dividendos milionários aos acionistas durante a crise que assola o país.

A deputada deu o exemplo da Galp, que, tendo despedido dezenas de precários, agendou depois para abril uma assembleia para distribuir 300 milhões em dividendos. Ou da EDP, que recusa uma moratória às famílias que não conseguem pagar a eletricidade, mas distribui lucros milionários. Ou da banca, que continua a distribuir dividendos aos seus acionistas como se nada se passasse no país.

“Esta necessidade de impedir que a banca e alguns setores se aproveitem da fragilidade de famílias e empresas e lucrem com a crise deve mobilizar todos os grupos parlamentares”, afirmou Mariana Mortágua, dirigindo-se depois particularmente a Rui Rio , que se manifestou publicamente contra a distribuição de dividendos na banca:
“Vai Rui Rio vai faltar à sua palavra perante os deputados e o país?”.