Share |

"Debelar o flagelo da violência doméstica é a nossa responsabilidade e o nosso dever"

A deputada apresentou as propostas do Bloco que passam por atribuir o estatuto de vítima a crianças que vivam em contexto de violência doméstica ou a testemunhem e por consagrar a recolha de depoimentos das vitimas de violência domestica para memoria futura, para preservar a prova e proteger a vítima.

Intervenção da deputada Sandra Mestre Cunha na apresentação do Projeto de Lei que torna obrigatória, nos casos de violência doméstica, a recolha de declarações para memória futura das vítimas.