Share |

Os trabalhadores são aliados fundamentais no combate à pandemia

“Os trabalhadores não são inimigos na resposta à crise pandémica, são aliados fundamentais”, afirmou Pedro Filipe Soares na crítica à suspensão do direito à greve e do direito à resistência previsto durante o Estado de Emergência, acrescentando que “a realidade demonstra que se alguém apresentou um sentido de responsabilidade profundo foram os trabalhadores”.

O líder parlamentar do Bloco alertou para a falta que existiu no reforço da ACT explicando que “o Estado de Emergência não legitima despedimentos ilegais e atropelos nos direitos laborais – que devem ser punidos exemplarmente”.
Pedro Filipe Soares denunciou ainda o facto de “acionistas terem começado a exportar dividendos para fora do país, descapitalizando as empresas e a economia – o Estado de Emergência podia ter impedido isto”.

“O sonho de alguns de usar o Estado de Emergência para retirar liberdades de forma indiscriminada, não aconteceu porque o povo tem muito mais crédito e responsabilidade que essa direita”, rematou.