Share |

Pela qualificação da atividade de tripulante de cabine como carreira de desgaste rápido

No debate da petição que solicita que a profissão de tripulante de cabine seja qualificada como de desgaste rápido, a deputada Isabel Pires começou por saudar os peticionários que permitiram a discussão deste tema extremamente importante na Assembleia da República.

“O Bloco de Esquerda tem vindo a alertar, há muito tempo, para o crescente número de profissões e trabalhadores que, por várias razões, têm encetado lutas e lançado alertas para as condições em que se trabalha em Portugal”, lembrou a deputada, explicando que “no caso dos tripulantes de cabine, é necessário que se reconheçam as condições adversas e, em algumas situações, extremas em que estas pessoas têm que trabalhar”.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda apresentou uma proposta para a regulamentação da atividade de tripulante de cabine, com vista à redução do desgaste resultante do exercício da atividade e à garantia das condições de segurança e saúde no trabalho.